Publicado por: Fabio | 27 Setembro, 2013

Como vai você?

“E mesmo sem te ver,
Acho até que estou indo bem..”

Hoje começo citando Renato Russo, por que não te vejo mais por aí. Antigamente até nos víamos com uma certa periodicidade, hoje em dia tenho medo de esbarrar em você no shopping, na rua, na chuva ou numa casinha de sapê… (na verdade na casinha de sapê, você não me escaparia..).
Ao menos hoje vou escrever assim, com bom humor. Já estou me cansando do saudosismo, da melancolia e do modo platônico de escrever. Provavelmente você vai saber que é para você que escrevo.. Então nada melhor que me expor de maneira mais agradável do quê o de costume.

Se tenho saudades? Todos os dias. Se penso em você? A cada momento uma coisa diferente me lembra você. Se sinto sua falta? Isso é tão óbvio que incomoda um pouco.
Penso em te perguntar como você está, se você também se sente assim. Me dói um pouco não te ter, mas seria muito pior saber que não sou correspondido e que tudo não passa de ilusão da minha cabeça. Mas aí é que mora o problema, a minha cabeça já tem tanta certeza do que o meu coração sente, que pra ela essa realidade ilusória é melhor do quê esse mundo áspero e vil que a realidade me impõe viver. O ideal seria me livrar de todos os grilhões, transpassar todas as barreiras que me impedem de viver o meu amor por você. Mas isso não depende só de mim, infelizmente.

Já te esperei demais e, às vezes, acho que não deveria mais pensar em você. Mas é mais forte que eu, e paixão apenas não seria o bastante pra manter você tão viva em meus pensamentos. Já ouvi você dizer que eu deveria viver a minha vida, que deveria seguir adiante.. Mas temo não ser possível, acho que já tentei demais e já me frustrei por não conseguir deixar de lado esse amor tão forte. Ao mesmo tempo, seria hipocrisia da minha parte dizer que não vivi outros amores, que não experimentei outros sabores… Mas o seu é o que me apetece, você é quem me faz sentir completo e que fique claro que não sou incompleto por não ter você, só sou um pouco mais triste, mais opaco. Me fazer irradiar como o sol que brilha no céu, é o poder que o seu amor tem sobre mim. E olha quanta pretensão a minha não é mesmo? Quem sou eu para afirmar que você tem amor por mim, será ele tão vivo quanto o que queima em meu peito? Pretensão pura a minha e ponto. Ainda assim, prefiro acreditar que um dia vamos viver esse amor.. Concluo apenas que o amor deixa a gente burro, ignorante e débil. Mesmo com todos os fatores apontando ao contrário da direção que desejo ir, eu ainda insisto, e teimo em querer você pra mim.

Hoje quase te liguei, sabe? Peguei o telefone, com o seu número na minha agenda na tela, e fiquei olhando pensando no quê poderíamos conversar.. Queria saber do seu cotidiano, se a vida vai bem, se você também fica feliz nos dias ensolarados, se você também pensa em mim nos momentos bons e se sente mesmo a minha falta nos momentos difíceis. Te contar sobre a minha tatuagem nova, te atualizar sobre o quê tenho feito de legal e o quanto penso em você quando me divirto… Comigo é assim.. Acho mesmo que preciso saber de você..

Me diga então, como vai você?

Vivo assim, já na certeza feliz que um dia o mundo vai conspirar à nosso favor. Com bom humor e com felicidade no coração.

Um beijo… ;)

About these ads

Deixar uma resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Modificar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Modificar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Modificar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Modificar )

Connecting to %s

Categorias

Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

%d bloggers like this: