Publicado por: Fabio | 21 Setembro, 2011

..nesse momento.

Se responde, não objetiva, sempre divaga.
Silencia, bagunça e tumultua.
Preciso, mas impreciso o precisar.
Nada define essa indefinição.
Essa sensação que sempre há algo a esclarecer.
Claro que há explicação, onde não sei dizer..
Sempre falta o que dizer, mas nunca o que sentir.
Do vazio que fica, a lacuna sem nunca completar-se.
Ímpeto de amar que me impede de respirar.
Pede à saudade que me esqueça.
Desapareça, e me salve, me livre deste tormento.
Ou apareça e viva comigo pra sempre, nesse momento.

Anúncios

Responses

  1. Voltou com tudo!
    Gostei demais, Fah!
    Me identifiquei demais com esse post…
    Parabéns sempre!
    =**

  2. adorei ……..seu blog é demais


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: