Publicado por: Fabio | 4 Fevereiro, 2015

Tanto tempo

Há quanto tempo não escrevo?
Há tanto tempo não tenho inspiração.
Quanto tempo se passou e me perdi.
Tanto tempo que inutilmente me iludi.
Dos desvarios e devaneios, suprimi os que pude
Relevei os irrelevantes, e me importei em pedir que me ajude
De tanto tempo querendo e não agindo, me escondendo e até fingindo
Fiquei vago, vazio e sem atitude.
Hoje sei que se há tanto tempo ainda
Por quê me importar com tanto tempo que passou?
Se em pouco do seu tempo que me destes,
Meu coração inflou, a alegria voltou e o sentimento murmurou:

“Ainda estou aqui, há tanto tempo esperando.. Não diminuo, não sumo, não atendo ao pedido que seu coração suplicou.”

Há tanto tempo que vivia desesperado, esperando um gesto seu..
Tanto tempo desperdiçado, e agora meu mundo de novo estremeceu.
Tanto tempo ainda temos.. E que venham mais outros tantos..

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: